O HPV não escolhe idades

O HPV não escolhe idades

 

O HPV não escolhe idades. A mulher em qualquer idade está em risco de infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV). Ao longo das suas vidas, 75 a 80% das mulheres e homens sexualmente activos serão infectados pelo Papilomavírus Humano (HPV). É um vírus que se pode transmitir facilmente, pele com pele, durante qualquer tipo de contacto sexual - genital ou oral. Na maioria dos casos, o organismo consegue eliminar o vírus. Porém, em algumas pessoas, o HPV não desaparece, permanece de modo persistente e pode causar cancro e doenças genitais em homens e mulheres. Não é possível prever quem vai desenvolver doença associada a este vírus.


O HPV está associado às seguintes doenças: 100% dos cancros do colo do útero; 84% dos cancros do ânus; 70% dos cancros da vagina; 47% dos cancros do pénis; 40% dos cancros da vulva; 99% dos condilomas ou verrugas genitais.

Em Portugal, estima-se que cerca de 20% das mulheres entre os 18 e 64 anos possam estar infectadas pelo HPV. O uso de preservativo é importante; protege de infecções sexualmente transmissíveis e de uma gravidez não desejada, mas não assegura uma protecção completa no caso do HPV.

Algumas das doenças associadas ao HPV podem ser prevenidas pela vacinação. A vacinação também é possível para mulheres que já: - Iniciaram a vida sexual; - Tiveram uma infecção por HPV; - Tiveram doença por HPV e foram tratadas. A Sociedade Portuguesa de Ginecologia recomenda a vacinação das mulheres até aos 45 anos, de acordo com a indicação do médico.     

 

 

Video

Downloads